Follow by Email

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Blogagem Coletiva - Teia Ambiental - Nem peixe?

www.publicaparapartilhar.blogspot.com
 Estou em férias, colocando minha vida social em dia, fazendo a faxina de fim de ano e não estava muito inspiradinha sobre o assunto a ser tratado hoje, porém no encontro com os colegas da faculdade, enquanto decidíamos o que iríamos comer, eu já me apressei dizendo que não comia carne. Alguém me perguntou? Você não come carne? 
- nenhum animal respondi (enquanto ele olhava o cardápio das pizzas)
- nem peixe? (pensei porque será me perguntam tanto isso?)

Talvez porque para muitos não faz sentido não comer peixe:  ninguém escuta o peixe gritar, ou não conseguimos visualizar o que realmente acontece nos oceanos. Maus tratos a peixe é algo que muitos de nós nem sonhamos saber o que é, se compararmos com os alardes sobre  matadouros (e ainda é bem pouco o que vemos, perto do que acontece, acredite). 

Mas voltamos aos seres dos oceanos: ecossistemas ricos formados a bilhões de anos, que nos sustentam até hoje. A biodiversidade dos oceanos é responsável pela vida do planeta. Desde o planctons, corais, ou seja, a vida marinha, com seu ecossistema que acredito ser frágil,  não no sentido de fraqueza, mas no sentido de preservação,  mantem a vida do planeta E sua pesca predatória, mais a poluição, mais o tráfego marítimo, está levando à agonia, essa vida tão importante para todos nós.

Passando pelos canais da TV reparei num programa de culinária, onde o Chef fazia uma reportagem sobre pesca em Portugal (sorry queridas amigas portuguesas, mas esqueci o nome do porto) pois os peixes pescados em Portugal são os preferidos pelos Chefs do mundo todo. (Tomara que meu filho seja um Chef vegano, tomara que meu filho seja um Chef vegano, tomara que meu filho seja um Chef vegano - mãe desesperada rezando para os Deuses dos Oceanos) ;)

Voltando. Especialmente a sardinha, pescada é a preferida,  bem como outros peixes. Perguntado ao pescador a quantidade pescada ao dia, tive um sobressalto: 7 a 8 toneladas de sardinha/cavalas por dia. 

Pessoas, é muita coisa para uma espécie não é não? Será que sou tão ignorante a ponto de ignorar também o tamanho dos mares e oceanos? Penso que não.

Google imagens
E o que falar das populações de pescadores que dependem da pesca para viver? Com a degradação do ambiente marinho - que já foi notado por eles próprios com a falta de algumas espécies ou escassez de peixes. Sem contar com a predação de ovos de tartarugas marinhas, impedindo-as de continuar a espécie. (Veja no YouTube, procure por retirada de ovos de tartarugas das prais). Matança de focas por vaidade, por esporte e por ai vai.

 Depois ao ver o prato do Chef que degustou as sardinhas me ocorreu um pensamento. Em seu prato existiam para sua refeição: cinco sardinhas! E aí a matemática corre solta em minha cabeça e junto com esse raciocínio, uma constatação que já é sabida por muitos cientistas: "usamos mais recursos naturais por causa do aumento constante da população humana, do que o planeta pode nos dar" E como podemos ajudar então Elaine? Eu não como peixe, desde bem pequena fiquei de frente para um risoto de camarão por horas, pois minha mãe obrigou-me a comer e eu fiquei lá e apanhei e não comi. Não gosto do cheiro, não gosto de frutos do mar há anos! coisas minhas! Mas temos que pensar não só no gosto pessoal e sim na sustentabilidade. Como protetora de animais eu diria: para já, não coma mais nada e assim mesmo estaríamos ferrando com o planeta, então procure saber como é extraído aquilo que você compra, procure a lista dos peixes em extinção. Apoie quem defende os oceanos, procure saber realmente o que acontece com seu prato e o de sua familia. O planeta vai agradecer e você continuará saudável, sorridente, feliz, porque como já diziam os Titãs: "a gente não quer só comida....."

Vejam mais nesses links maravilhosos e no Google você encontra trabalhos de sustentabilidade falando sobre a pesca nos oceanos. São trabalhos científicos  sobre oceanos e vida marinha, não há brincadeiras nos dados nem "proteção aos animais". Vale a pena pesquisar. E claro o link do Sea Shepherd 

http://360graus.terra.com.br/ecologia/default.asp?did=26832&action=reportagem

http://seashepherd.org.br/

google imagens

13 comentários:

RUTE disse...

Querida Elaine,
vim correndo, degustar sua participação, e simplesmente, ADOREI, a forma como você nos apresentou o tema! Está um texto genial, muito solto, bem humorado, tudo esplendidamente linkado.

Comecemos pelo porquê, de toda a gente perguntar se nós vegetarianos comemos peixe?

Julgo que em parte, há vegetarianos culpados nesse conceito.
Eu explico: quem me de certo modo me influênciou, a comer veggie, foi um amigo que era vegetariano mas comia peixe. Trabalhavamos no mesmo sitio e almoçavamos juntos muitas vezes.

Depois ele mudou de local de trabalho. Não nos vimos durante uns largos anos, até que marcamos um almoço. Eu pedi vegetariano e ele pediu peixe. Aí, eu lhe disse que tinha optado por vegetarianismo mas não comia peixe, nem laticionios de origem animal. Ele respondeu:

-Xiiii, a discipula transcendeu o Mestre :)
-brincadeira claro!

Mas ainda hoje, ele é um "vegetariano" que se insurge contra as pessoas que comem carne, que influência os outros a optar pelo vegetarianismo, mas ele continua comendo peixe: em especial marisco.

Dá para entender??
Beijinhos.
Rute

Flora Maria disse...

Adorei sua participação, Elaine !!!

Eu também já estou cansada de ouvir essa frase: "Mas não come peixe ?"
E lembro da Elba Ramalho que disse não comer nada que tenha olhos !!!
Aprendemos que "carne" é somente a vermelha, da vaca, e o restante não é carne. Que coisa estranha...

Quando me dei conta da forma como os peixes morriam, fiquei mais assustada ainda ! Eles não gritam mas ficam se debatendo diante do olhar insensível do Ser Humano, o senhor da vida e da morte dos animais !!!

Muito bom v. ter colocado na nossa Teia Ambiental esse alerta sobre os animais marinhos.

Já vou colocar o link na minha postagem.

Beijo

Elaine Figueira disse...

Pois é queridas amigas, não entendo. Talvez seja a falta de conhecimento do que ocorre nos Oceanos, quase ninguém sabe e sempre que luto pelos animais falo desses seres que compartilhamos o planeta. E todo o ecossistema que estamos incluídos.

Maria Reciclona disse...

Querida Eliane. Aceitei seu convite e vim ler sua postagem. Amei o seu texto. Coincidências à parte também não como peixe desde criança. Mas para minha felicidade sempre morei em Minas, longe do mar e em BH que não possui rios onde se possa pescar. Assim, nunca tivemos a cultura de consumir constantemente peixe em casa e também minha mãe sempre foi muito democrática respeitando nossas escolhas, desde que elas não prejudicassem nosso quadro de saúde como um todo. Assim, cresci longe dos peixes e frutos do mar. Mas sempre me pareceu estranho que as pessoas façam a opção por não comer carne vermelha e sem culpa alguma matam os peixes... Me parece coisa leituras bíblicas deturpadas onde o porco é pecaminoso e o peixe sagrado... Já que é sagrado, deixa ele vivo! Ora bolas! Não é assim que fazem com as vacas na Índia? Pois é... essa história e longa... E rende muito post não é? Deixo aqui meu abraço e meu apoio às suas palavras. Vou preparar minha postagem. Volte sempre e até breve.

Josy disse...

Elaine, adoro peixe, uma razão é por seu saudável, e outra por que gosto mesmo de peixes e frutos do mar, mas lendo o que vc disse, e sabendo da matança que existem com as pobres foquinhas, (um crime hediondo por sinal) as pobres tartarugas que desovam seus ovinhos com tanto sacrificio, me fez sentir muito mal sabendo que os pobres peixinhos também sofrem. Me tocou fundo no coração. É caso para se refletir e pensar muito, aliás nem pensar muito e sim agir. Adorei seu post. Bjos querida

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Cada post mais lindo da Teia a cada mês... O seu não poderia ser diferente... refresca à alma da gente... além do alerta mensal para o cuidado zeloso com a natureza mãe.
Bjm de paz

Lina disse...

Olá, Elaine!É verdade!Essa pergunta:Nem peixe?é muito frequente. Ao contrário de ti eu gostava muito de peixe, mas tendo mudado há uns meses para o vegetarianismo, simplesmente não como, exactamente por essas razões que expuseste, afinal o peixe também é um ser vivo que sente dor e a criação intensiva de peixes em aquacultura também polui tanto, talvez como um grande aviário. Há muitas opções para comermos sem ser os bichinhos, não é mesmo?
Adorei seu texto e os links!
Beijinhos oceânicos

Ana Carolina disse...

Oiiii! Vou seguir seu blog´para sempre.
Eu sou vegetariana e sempre me perguntam a mesma coisa.
- Poxa, vc não come nem peixe?
Sabe o que eu respondo?
- Cara, vc já assistiu Procurando Nemo? Lembra quando os peixinhos saiam do mar carregados pela rede e todos ficavam sem ar? Ofegantes? Tentando respirar sem conseguir?
Então...não. Eu não como nem peixe (:

É muito engraçado tbm quando eu digo que sou vegetariana e me perguntam: MAS OQQ VC COME?

Alowww! Eu como tudo. Exceto carne. Duh!

É uma discussão que não acaba nunca =/

Adorei o post e adorei o blog.

#BeVegetarian

Bjuuu

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Elaine querida,

Parabéns pela postagem, um importantíssimo alerta quanto a existência de vida no Reino Marinho.
Realmente muitas pessoas ainda pensam assim, que excluindo carne da alimentação é somente a vermelha, de frango, e se esquecem que tudo que tem vida no mar também faz parte.
São seres vivos que sofrem muito mais, porque a humanidade não tem consciência de tudo que se passa nas profundezas dos mares e oceanos.
Ficou um grande grito de alerta sua postagem, novamente Parabéns!!!

Um grande beijo em seu coração!!!

Gilberto Gonçalves disse...

Eu costumo comentar com a Flora, quando ela está assistindo esses programas de chefs, que todos os pratos têm algum tipo de carne.
Será que prato famoso tem de ter carne? Pobres bichinhos!
Pobres dos homens, e o canibalismo
desenfreado! Quando se acredita já ter assumido o vegetarianismo, ainda sobra para os peixes.
E a falta de compaixão com que o chef famoso descreve o ritual de morte e escalpelamento dos pobres animais, que horror!
Eu acho que nós que pensamos assim temos de inventar uma maneira de viver de luz, pois os vegetais já também já estão sendo quase todos transgênicos.
É uma perseguição conosco, só por sermos ambientalistas.
Um dia, seremos compreendidos, mas talvez correremos o risco de ter de enfrentar a pergunta: "mas nem batata?".

Abraços ecológicos.
Gilberto.

eutambemtenhoumblog disse...

Gostei muito deste teu post e das tuas chamadas de atenção!

É sempre bom levarmos com lufadas de ar fresco!

Bom fim-de-semana

Beijocas

Nina disse...

Oi Elaine...
Não sou vegetariana...mas respeito a opção de cada um.. Adorei o tema...
Hoje eu vim pedir seu voto...estou participando de um sorteio de entrevistado pela Kika e ficarei muito feliz se vc votasse em mim...Nyan nyan
Nina

Carol M disse...

Olá!!

Adorei a postagem!!

Também não entendo porque as pessoas acham que vegetarianos comem peixe, rs ... Assim como quem acha que carne é só a vermelha ...

Acho que meu blog trava por estar muito carregado, rs ...

Bjinhos e um ótimo final de semana!