Follow by Email

sábado, 25 de agosto de 2012

meio ambiente e a semântica




Algumas frases sobre o meio ambiente, aquecimento global são ditas em muitos jornais e na TV de uma forma completamente equivocada. Além de equivocada, penso que quando você verbaliza algo, seu inconsciente grava e age.

Outro dia estava zapeando e ao chegar num canal, parei porque a apresentadora estava falando sobre meio ambiente. Ela anunciava para o próximo bloco assuntos referentes à ecologia.

Depois de assistir, fiz as seguintes observações:

- O nome do assunto era:  "Temos que reciclar nosso lixo" -

Não temos, a menos que trabalhemos nas Usinas de Reciclagem. Quem recicla são usinas após receberem todo o resíduo separado por nós. Então nós SEPARAMOS o lixo dentro de nossas residências deixando-o seco, em local limpo e apropriado e o encaminhamos para um posto que o recebe, que pode ser na própria Usina ou locais que encaminhará o lixo separado para lá.
O lixo é limpo gente! São coisas que acabamos de comer, papéis que acabamos de ler, colheres, garfos, facas e louças que já nos serviram e se quebraram, assim como brinquedos. Ou são embalagens de comida e bebida, de papel que acabamos de usar.
Não temos que temer colocar as mãos nele. Em casa eu lavo latas, caixas de leite de soja, potes de plásticos separados para reciclagem. Ao contrário do que muita gente pensa, não gastamos água. Eu lavo a louça comum da minha casa SOBRE estas latas e embalagens de leite de soja, reaproveitando principalmente a água com sabão e de enxague e deixo secar e escorrer bem.

- Outro tema:  "Temos que salvar o planeta"  -

Pense bem na frase. O planeta se regenerá ou se adaptará com a situação encontrada! ele já fez isto. A história, a ciência, a geografia estão ai para comprovar o que digo! Nós temos que nos salvar melhorando a qualidade de vida NO planeta!
O aumento da temperatura, o descongelamento das placas de gelo, a devastação de florestas e ecossistemas, degradação dos oceanos,  falta ou excesso de chuvas trazem a desgraça para o ser humano, para os animais, árvores, ar que respiramos, etc. Portanto temos que ter em mente que,  o que precisamos é  ter atitudes diferentes daquelas que já não funcionam ou detonam o meio ambiente.
Por exemplo a pegada ecológica. Nada mais é do que, o quanto eu poluo ou gasto de energia não renovável (água, por exemplo) por dia.
Se ao acordar já ascendo todas as luzes da casa sem necessidade, tomo banho de 1h em água quente fora da temperatura da estação, dou várias descargas a cada porcaria que jogo no vaso sanitário, deixo a torneira aberta enquanto coloco pasta de dentes, tomo café da manhã usando tudo descartável ou elétrico, depois pego o carro e atravesso a cidade, uso copo descartável para cada café ou cada água que tomar, almoço e janto um belo bife todos os dias, jogo guimbas de cigarro pela janela do carro, várias latas de refrigerante ou embalagens de cigarro, balas, chicletes, água, e na volta faço tudo isto até ir dormir com a televisão ligada até a madrugada sem assistir, tenho uma pegada imensa no fim de um dia, mês e ano.

Portanto, são nossas escolhas e a forma que vivemos que determinará como será o futuro: mais quente, sem água, sem comida, com inundações, incêndios, ou tudo isto controlado.

3 comentários:

COLHENDO FLORES ENTRE ESPINHOS disse...

Te desejo um dia maravilhoso e doce como mel
bjs

Beth disse...

Já comentei noutro blog dizendo ser hoje o dia de encontrar postagens muito produtivas e verdadeiras.
Saliento também que muitas coisas que temos em casa podemos reaproveitar e algumas pessoas confundem isto com reciclar. Precisamos muito reciclar ideias para deixarmos o consumismo tresloucado de lado e assim também ajudar a todos terem uma vida plena na terra.
Abraço,
Beth

Rosicler disse...

Olá querida. Já não fazia uma visita por aqui a algum tempo realmente. Obrigada pela palavras no meu post ''caos''.
Já estou lentamente a retomar. O meu altar que todo este tempo ficou a ganhar pó também já está a ser retomado e cuidado novamente. De qualquer das formas é necessário aceitar esse 'caos', aceitar a desordem para que os dois extremos liguem em perfeita harmonia. Deixei de negar esses sentimentos e emoções. Sinceramente, depois de seguir a minha intuição e ter feito uma introspecção, cheguei à conclusão que estou a precisar de ir a um psicólogo, pois poderei estar com algum tipo de depressão causada pelo excesso de stress escolar e de estudos e veja lá que só tenho 18 anos! Mesmo estando certa ou não, mais vale tratar bem cedo, ou pelo menos que sirva para desabafar. Já estou a retomar lentamente à meditação e ao reiki também. Depois de tudo esse caos ainda permanece, mas já está a passar lentamente para dar lugar à paz que tanto preciso.
Um beijinho minha querida e bem haja

Desculpe o post grande :P