Follow by Email

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Blogagem Coletiva Teia Ambiental - minha experiência como cidadã


www.publicarparapartilhar.blogspot.com
Hoje é dia 07 e o Lar Encantado participa da Blogagem Coletiva Teia Ambiental, idealizado pela Rute do blog publicar para partilhar.  Dê uma olhada nas coisas interessantes que há nesse blog, bem como dos outros participantes. É uma grande contribuição para informação.

Então vamos lá: 

Estamos num momento de questionamento sobre nossas atitudes com relação ao meio ambiente. Muito embora, tenho percebido que algumas pessoas estão. Outras fazem questão de tornarem-se completamente alienadas ao assunto, fazendo de conta que o assunto meio ambiente, sustentabilidade  não é de seus interesses e não faz parte de suas vidas ou de seus mundos.  
Ignoram a teia universal que nos une, e essa atitude é deliberada.
Algumas pessoas, percebo ao ler mensagens em blogs, no dia a dia, nas ruas, quando (sempre) puxo conversa sobre tudo, sobre o mundo. Percebo ao andar pelas ruas a quantidade de guimbas de cigarro em áreas verdes ou vasos nas repartições públicas, também grande quantidade de garrafas plásticas, sacolas plásticas, pessoas lavando calçada com mangueira tentando empurrar o lixo com o jato de água.
Parece que se sentem adormecidos, como se alguém pudesse fazer algo por eles, caso venham precisar no futuro com relação ao meio ambiente. Mas é unânime que a maioria pensa que é o governo que tem que tomar as iniciativas que contribuirão para salvarmos o planeta do aquecimento global iminente.

Na última vez que fui ao hipermercado, notei que as pessoas pegavam muitas sacolas plásticas como se não houvesse amanhã. Muitas delas pegavam várias, uma para cada dois produtos ou até duas para cada dois produtos. Isso me entristeceu pois o hipermercado que frequento uma vez ao mês,  é muito grande. Para se ter uma ideia, existem aproximadamente 40 caixas com filas imensas em dias de picos, geralmente últimos dias do mês.
Assim, eu entrei em contato com o atendimento ao consumidor e sugeri, (sempre educadamente) que o supermercado passasse a dar outra opção para quem não quer as sacolas, como caixas de papelão. Fui ouvida e passado um mês, percebi que a campanha consistia em:  uma vez por semana,  utilizarmos caixas de papelão que ficam à disposição e/ou comprar sacolas plásticas biodegradáveis ao custo de R$ 0,20 (o que não dá pra calcular em Euros, acredite) caso alguém façam muita questão de sacolinhas plasticas. (utilização para destinar o lixo do banheiro, por exemplo)
Fui surpreendida com muitas pessoas usando sacolas plásticas comuns e colocando-as cheias na caixa de papelão. Foram muitas pessoas que fizeram isso. E com relação à sacola biodegradável, ouvi a moça que trabalha no caixa informando que ao oferecer ao cliente, este respondia com grosseria que " as sacolas deviam ser dadas ao invés de cobradas, tendo em vista que gastava-se muito dinheiro naquele hipermercado" E foi assim. Isso aconteceu e acontecia enquanto estava presente observando, o que me deixou muito chateada.  Ai me perguntei: onde estamos errando? Será que é só dinheiro o bem mais importante do mundo? Tudo tem que ser quantificado e qualificada para saber se vamos perder ou ganhar dinheiro? 
E ai, leitores queridos, pensei: será que não somos nós que estamos idealizando uma vida melhor por ser a blogsfera feita de tanta informação, carinho, idealismos que muitas vezes coloquei em prática, mas que não está tocando todo mundo.?
Há muita gente ainda fazendo besteiras! E isso me entristece e chego a ficar até com medo! Medo do amanhã, da falta de água, da falta de energia que é a sequencia da falta de água, da falta de comida para todos, da extinção de animais e plantas e da biodiversidade. 
Por isso hoje a minha mensagem será o convite à reflexão!
A minha reflexão inclui, inclusive  sobre ficar ou não no Brasil. Pondero, me informo, vivo adquirindo experiências até chegar a uma resposta clara e definitiva do que quero para mim e para o meu futuro. E o meu futuro inclui a felicidade do Planeta.

E para terminar, meu filho que começará o curso de gastronomia em agosto fez esta sopa para seu pai que estava muito indisposto e gripado: um litro de água filtrada, uma cenoura, um chuchu, uma batata e uma abobrinha (courgete). Doure meia cebola média em meia colher de azeite, acrescente salsinha picada, os legumes, cozinhe na panela de pressão por 10 minutos. Bata no liquidificador e pronto! Super fácil, super simples. Aqui em São Paulo está fazendo noites muito frias e a sopa cai bem.
Lar Encantado.





7 comentários:

orvalho do ceu disse...

OLá, querida Elaine
Menina, que delícia essa sopinha, vou fazê-la hoje à noite pois tenho tudo em casa... já me deu água na boca... Achei-a super levinha...
Aqui, somos eu e o filho a irmos ao super mercado com as sacolas apropriadas... não vejo movimento grande (cidade pequena)...
Infelizmente o povo adere ao mais fácil... somos comodistas... transferimos isso pra tudo ao nosso redor... Lástima!!!
Bjs de paz e ecológicos.

pensandoemfamilia disse...

Olá Eliane
Agradeço e retribuo a sua visita. Não podemos desanimar, vamos .....
Adorei a receita da sopa,para mim está ótima só com legumes.
bjs

RUTE disse...

BRAVOS ELIANE!!!
Que texto espetacularmente surpreendente!
Fiquei tão feliz quando li que vc foi falar com a administração do supermercado e que eles acederam em colocar caixas de papelão 1 vez por semana!

Não me espanta que as pessoas não alcancem o objetivo das caixas de papelão! Sabe porquê? Porque os sacos plásticos são grátis!

Aqui em Portugal, a maior parte dos supermercados já cobra 2 cêntimos por sacola plástica e desse modo, as pessoas já arrumam os produtos até encher o saco. Outras, despertaram para a necessidade da sacola reutilizável. E outras ainda, usam as caixas de papelão que sobram nas prateleiras dos produtos.

Que bela guerreira vc me saiu!!
Mil beijos!
Rute
P.s.-só um pormenor, eu não sou a idealizadora da Teia. Quem criou a teia foi a Flora e o Gilberto.

Elaine Figueira disse...

Rute, eu sempre dando fora! Quero dizer, sempre falando alguma bobagem. Mas, se não foi você, aqui no Brasil diriamos que você "manda bem".

Beijos.

Elaine

soninha disse...

Reeducar é um processo lento e requer paciência.Vá em frente!Sugira ao dono do supermercado embutir o preço das sacolas biodegradáveis em alguns produtos e assim todos levarão.beijinhos e parabéns pelo texto e pela sopa que parece deliciosa.Bom final de semana.

Lina disse...

Olá, Elaine!Demorei, mas cheguei!E gostei muito do seu texto, de saber a batalha que tu travaste com o supermercado. Cá em Portugal, aos poucos os sacos plásticos estão acabando nos supermercados. Na rede de supermercados fizeram uma acção interessante: antes de acabarem com a distribuição de sacos gratuita, por um período de tempo ofereceram sacos reutilizáveis muito bons, que eram dados conforme o valor das compras, e quando acabaram com a distribuição gratuita, as pessoas se consciencializaram que teriam que levar estes sacos, acho que foi uma boa solução, além de fazer uma óptima propaganda. Quem sabe a moda pega aí no Brasil?Parabéns pela sua participação e obstinação.
Beijinhos e uma linda semana!

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Elaine querida,

Em primeiro lugar quero lhe pedir desculpas por estar vindo agora, mas minhas crianças estão de férias neste mês de Julho e estou passando mais tempo com eles, portanto, estou entrando menos na internet.
Puxa vida, que desabafo minha amiga?
Fico perplexa com os absurdos que a população pratica contra o Meio Ambiente, e principalmente com suas atitudes por pura falta de consciência e muita ignorância.
O que você falou das pessoas estarem colocando as sacolas dentro das caixas, é bem típico do brasileiro mesmo.
E compreendo muito bem o seu sentimento, pois aqui em Goiânia estou com os nervos a flor da pele.
Uma população que não tem o menor respeito com seu lixo e agora entramos numa época que as queimadas reinam por aqui.
Fico desolada, porque eles aproveitam a noite e os finais de semana para colocar fogo nos terrenos e nas matas, porque o órgão responsável por fiscalizar está fechado nestes períodos.
Ninguém tem um pingo de consciência para pensar um pouco sobre o futuro do planeta e principalmente da sobrevivência de todas as espécies....inclusive a nossa!!!
Se acham acima do bem e do mal, mas nossa Mãe Gaia está a cobrar e não vai tardar.....
Na sua reflexão, é bem este sentimento que povoa a mente da maioria das pessoas que estão cansadas de ver tantos absurdos e ignorância, não dá para conviver, está difícil!!!!
E fico a idealizar um lugar em que todos poderemos compartilhar da presença de pessoas de bem, inteligentes e conscientes.
Um lugar em que viveremos em grande união, compartilhando ações de Amor entre nós, a Natureza e o Planeta.
Fique na Paz minha irmã e vamos vibrar muito por estes irmãos que estão nas trevas.

Um grande beijo em seu coração!!!



p.s.= Adorei a receita da sopa, só pelos ingredientes deve ser uma delícia, e pela imagem deu água na boca.
Até aqui em Goiânia fez uns dias geladinhos, pode?
Beijosssss.