Follow by Email

sábado, 9 de junho de 2012

Inspiração de uma bruxa II

Cantinhodosgifs.blog.sapo.pt
Inspiração pode ser piração também. Mas quando falamos aquilo que vem do coração e não pode machucar nada nem ninguém, podemos sim divulgar e tirar proveito do conteúdo que emerge de nossas mentes elucubrativas.
Tem feito dias escuros, úmidos, chuvosos, tristes que colaboram  para eu escrever ou dormir, somente.
Na verdade estou precisando de férias e o cansaço do dia a dia vai se acumulando e não há distração, evento, telefonema ou mensagem nas redes sociais que resolva isto. Apenas atenua.
Foi daí deste "sofrimento" desta "catarse literária" o início de mais esta inspiração.

  • estive numa livraria que promove a cultura de paz através de seus livros, através de encontros, e pude me deleitar com uma hora de música indiana/tibetana, numa noite maravilhosa, apesar da chuva e do tempo frio e de estarmos dependendo de transporte público. Assisti  aos ensinamentos de Buda através de uma monja e cheguei a conclusão que, enquanto deixarmos o ego tomar conta de nós, ficará mais comum ouvirmos notícias tristes pelo mundo, pelo planeta.
  • palavras como disciplina,a ideia de que somos todos iguais, temos uma  essência que não é a mais importante e sim complementar, generosidade, compaixão, etc.  não podem ficar somente no papel, temos que praticá-las no nosso dia a dia
  • perfeição é um degrau altíssimo de se chegar,  mas podemos chegar próximo dela,  desde que tenhamos o controle e conhecimento das ações do ego,  e com o autoconhecimento poderíamos facilitar a subida destes degraus.
  • às vezes procuramos respostas para nossas angústias e perguntas em excesso que temos fora de nós,  quando na verdade estão dentro de nós. 
  • vigiar nossos pensamentos quando sinalizam o preconceito de que  fazer o bem é para uma espécie em detrimento de outra. Como somos os seres pensantes com polegares nas mãos, precisamos cuidar de tudo, como se nossa mãe estivesse fora por alguns instantes e nós cuidando de nossos irmãos menores. 
  • Fazer o necessário para aquele que chega próximo aos nossos olhos e temos a afinidade e condições de ajudar, porque precisam de nós naquele instante. Porque nossos corações estão repletos de amor, força e compaixão para fazer este trabalho. Julgar e condenar aqueles que cuidam de alguém ou outro ser porque não são a espécie que pensamos ser a certa, não leva a nada, somente leva ao sofrimento, e a  discussões acaloradas sem sentido.
  • a ideia de que estamos todos unidos por uma grande teia. E que o sofrimento de alguém na Africa pode sim reverberar até aqui junto a nós.
  • e o melhor de tudo meditar, orar, rezar, pedir por nós e pelo mundo, sempre.
Pronto, falei!

7 comentários:

Gisa disse...

Há momentos em que sentimos mesmo vontade de tentar colocar em palavras o que estamos sentindo. O cansaço e desânimo mental é muito pior que o físico e é difícil não nos deixarmos dominar por eles.
Acho que algo que disseste é importantíssimo: não machucar, não magoar, ao expor o que pensamos. As palavras tem uma força enorme, tanto positiva, como negativa, daí o cuidado ao usá-las. O importante é tirar do negativo atitudes e palavras positivas, como tão bem fizeste. Beijos

COLHENDO FLORES ENTRE ESPINHOS disse...

Que seu sabado seja abençoado
bjs
juliana

Luma Rosa disse...

Conhecia o budismo superficialmente e tinha uma certa atração por suas concepções acerca das pessoas e a interação delas com as demais pessoas e a natureza. Apesar de não termos raízes fincadas na terra como uma árvore, dependemos dessa terra para sobreviver e se deixamos algo nesse mundo se deteriorar, estamos deteriorando a nós mesmos. Esse conceito universal nos faz ter mais cuidado com tudo que está ao nosso redor e com o que acontece no mundo. Por exemplo, o que acontece com os monges tibetanos, repercutirá logo em nosso dia a dia. A guerra da água começou!
Elaine, adorei a sua visita no "luz" e agora vou ali ler a sua participação na teia ambiental.
Bom descanso! Beijus,

Alex disse...

É ISSO. ESSE É O PONTO.

Calu disse...

Estas paradas proveitosas para ouvirmos bons ensinamentos, refletirmos sobre quem somos e aonde vamos, o que podemos fazer de melhor, recarregam as energias, nos infundem ânimo.
Agirmos em comunhão com a teia universal nos eleva o espírito e a consciência.
Bjkas, Elaine.
Calu

Cláudia disse...

Gostei muito do teu texto....
Acaba sempre por tocar cá dentro...

Josy disse...

Oi Elaine querida que delicia esse texto, e que linda inspiração, de fato não é só qdo estamos bem, que tudo se aflora e nos inspira coisas boas, nas dores e sofrimentos é que
dizemos tudo o que nos machuca e nos faz mal, com lindas inspirações como essa. Realmente amiga concordo com tudo o que vc disse, e mais, meditar, orar,rezar e pedir não só por nós mas sim pelo próximo tbém.Vc está certissima.Adorei.
Quanto a Bc Comer bem para Viver Melhor vc pode participar sim miga, todo mes anunciamos qual será o próximo legume e fruta que acontece na semana do dia 11 ao dia 17 semana do legume, vc pode trazer um prato do legume anunciado durante a semana inteira ou somente uma vez da semana, ou mesmo um prato que vc ja tenha aqui publicado, desde que leva o legume escolhido, e a fruta fica no dia 18. Depois de publicado, levamos o link da sua receita publicada para que todos possam ver. Aguarde o próximo legume, ou se quiser te aviso, e participe sim, é legal, mas qualquer duvida mande email que te explico melhor ta? Vou ficar feliz se vc participar. Bjos obrigada. Boa semana