Follow by Email

sábado, 7 de julho de 2012

Blogagem Coletiva - Teia Ambiental - Para um mundo melhor

http://floradaserra.blogspot.pt/2012/07/conhecendo-o-mercado-municipal.html 
Participe você também, siga o blog acima para ver como.


Já ouvi dizer que o Planeta se reconstruirá de qualquer jeito, conosco ou sem ninguém. Concordo, uma vez que já aconteceram muitas coisas com ele (o Planeta) e estamos todos aqui hoje, modificados, adaptados.


Viagens: quem não adora viajar? para qualquer lugar, principalmente os distantes, em matas ou lugares ecológicos. Sempre pense qual será o impacto ambiental que haverá com sua presença nos locais. Assim:


- como vivem as pessoas do local? são pescadores, mata fechada. E o turismo como é tratado? As pessoas que vivem dele e são naturais daquele local? Não acredite que as agências estão pensando neles, por favor e que se você lançar uma lata de refrigerante no lago, estará inclusa a retirada pela agência. Procure saber como são tratadas as crianças e os animais do local (elefantes, camelos, cavalos, jumentos, tudo). Dinheiro não é tudo para eles. Dignidade, respeito, água potável é muito melhor.


- Vi esta semana um programa de turismo na Tailândia, onde os filhotes de elefantes são presos, torturados até obedecerem e ficarem submissos aos turistas. São presos juntos sem suas mães, sem mamar (são filhotes, ok) muitos apanham, eu disse muitos, ou todos. Para que o turista possa montá-los. Então como dizia, adoro dinheiro mas para mim é tão importante quanto um sapato (ando bem descalça também).

Preste atenção em coisas que estão além do véu. Para onde vai seu dinheiro? Tem a ver com turismo sexual de crianças? Está detonando a fauna e a flora, por exemplo, o que você está comendo?



google imagens
Outro exemplo: uma amiga vai para a Africa, não vou dizer quando, nem para que país. Soube no mesmo dia dos elefantinhos, ela veio com esta bomba: " informaram que só há carne de caça para comer neste pacote que estou fechando: girafa ou zebra. São animais caçados dentro do turismo que é feito no país, entendem o meu ponto de vista? Ela não é vegetariana, mas perguntou: " não tem arroz e alface neste lugar? Nunca comi estes animais e ficarei pelo menos 15 dias ai?" sic.

Compreendem onde quero chegar? No poder que temos de fazer o bem e o mal com nossas atitudes, com nossa maneira de viver o dia a dia. E com nosso dinheiro que ganhamos e merecemos nos divertir e viver bem e saber para onde ele vai. De onde ele vem para onde ele (o dinheiro) vai.


E o que tem a ver com o Meio Ambiente ? Tudo, estamos numa grande Teia, onde todas as atitudes nossas reverberam no Todo.

Desejo Paz e Bem a Todos.

9 comentários:

Flora Maria disse...

Ótimo, Elaine, adorei sua colocação, pois é a minha também !!!

Mas entendo como é difícil para as pessoas pensarem nisso...

Veja o meu caso:
- Sempre achei lindo passear de charrete, ou carruagem ou carroça, puxadas por cavalos. Tão romântico, poético, e com jeitinho de antigamente...

- Até que olhei para os cavalos e me imaginei no lugar deles, presos a uma charrete, com ferros na boca e antolhos nos olhos.
- A partir desse momento, todo o encanto das charretes caiu por terra e eu hoje tenho severas restrições a elas, apesar de saber da sua importancia numa cidade turística.
- Quem mandou pensar demais ?

Beijo

Strega Mamma disse...

oi, querida ! Adorei o post. Todos precisamos saber e refletir sobre estas coisas. Tudo na vida é uma questão de prioridade, e infelizmente elas são diferentes para cada pessoa.
As pessoas muitas vezes nem se atem ao que acontece, muito menos aos desdobramentos das ações que temos ou deixamos de ter.
Acredito que este movimento da Teia realmente atinja muitas e muits pessoas, concientizando-as.
Grande e carinhoso beijo, Liz

RUTE disse...

Oi Elaine.
Perfeita sua participação. Fechou com chave de ouro: «estamos numa grande Teia, onde todas as atitudes nossas reverberam no Todo».

Estive num retiro na natureza este final-de-semana, sem electrónica nem internet por isso só estou comentando as postagens hoje.
Beijo verdinho.
Rute

Elaine Figueira disse...

Oi Amoras (amores femininos heheheh)

Que bom que gostaram. Acabei de vir do litoral paulista, cidade de Bertioga, e o que vi dá vontade de chorar.

Só há construções, cimento, pedras, asfalto! E uma bela invasão da mata atlântica para abrir mais espaço nas rodovias, por causa da grande quantidade de carros que visitam. Além disso o lixo das casas de veraneio ficam pelo chão depois que os veranistas voltam pra São Paulo, e os urubus furam os sacos, expondo o lindo e restos de carne que apodrecem por lá. Cães soltos em vias públicas dividindo o local com muitos carros e bicicletas. Muito lixo jogado por toda as calçadas. Lamentável.

Josy disse...

Elaine querida que linda sua participação, fiquei revoltada com a história dos elefantinhos, isso é um absurdo, o que não fazem por dinheiro!! Sabe,eu acho que todas as cidades deveriam analisar, antes do aspecto financeiro, se o turismo não está afetando negativamente o ambiente, já que não respeitam o meio ambiente, a fauna e a flora. O turismo sustentável deveria ser mais presente, não só nos principais pontos turísticos, mas no mundo todo, não é verdade? é uma pena, cada vez mais fico sabendo e recebendo noticias tristes assim
Obrigada pelo carinho e a força amiga. Um grande beijo. Boa semana

Denise disse...

Bem procedente sua colocação. Temos q fazer a diferença através de nossas atitudes e escolhas. Se somos um, em outro momento podemos ser muitos, seguindo o exemplo desse um. Muita paz!

Luma Rosa disse...

Coincidências... também falei de turismo na teia ambiental, Brasil, Tailândia... vamos fazer turismo pelo Brasil, isso aqui é muito lindo de se ver e muito gostoso de se viver!! Beijus,

Calu disse...

Importantíssimo alerta, Elaine...somo todos responsáveis por nossos rastros e como adultos temos o dever de nos informarmos bem sobre cada tópico implicado em nossas excursões de férias.
Adorei tua participação.
Bjkas,
Calu

Carol M disse...

Adorei o post!

Antes de comprar qualquer coisa que seja, eu vejo de onde veio, em que condições foi feito, para onde vai o dinheiro. Não financio nada que vá contra os meus princípios.

Para colocar vídeos no blog, eu clico no ícone ao lado do ícone para inserir fotos, coloco em pesquisar vídeos no you tube, digito o nome do video e seleciono.

Esse do vimeo é mais complicado. Tem que copiar o código, mudar pra html, colar o código, e voltar ao formato normal.

Ótimo final de semana pra ti!!!

Bjinhos